Você e Estácio. Formou!
Siga-nos!
Posts Recentes
especialista em segurança da informação

Especialista em segurança da informação: qual a sua função? Qual a formação necessária?

Se você está cursando ciência da computação ou tecnologia da informação com interesses profissionais relacionados ao campo de demanda da segurança da informação, você pode estar se perguntando o que um especialista em segurança da informação faz? 

Como a manutenção de sistemas de informação é essencial para as empresas atualmente, o especialista em segurança da informação auxilia as empresas ativos de informação em sistemas seguros. 

À medida que os ataques cibernéticos continuam crescendo, com frequência e sofisticação, mais especialistas em segurança de TI precisam ajudar as empresas a encontrar soluções inovadoras para evitar que hackers roubem informações.

especialista em segurança da informação

DICA: Estude na Estácio com bolsa de até 50%: https://matriculas.estacio.br

O especialista em segurança da informação é um título de trabalho para um conhecimento muito direcionado para duas áreas: segurança e tecnologia.

Eles entendem o mundo da segurança, desde a proteção de rede interna até aplicativos em nuvem e administração de servidores. 

O que um especialista em segurança da informação faz?

Os especialistas em segurança da informação fornecem serviços de suporte para empresas que possuem ativos de tecnologia internos. 

Eles identificam ameaças cibernéticas atuais ou brechas de segurança e ajudam as empresas a definir padrões para atualização tanto de hardware quanto de software. Eles atuam em conjunto com outros profissionais de segurança da informação, como um arquiteto ou engenheiro de segurança. 

Quais são as responsabilidades e deveres do cargo de especialista em segurança da informação?

As responsabilidades e deveres que estão relacionadas ao cargo de especialista de segurança da informação são muitas, por isso vamos listar apenas as principais: 

  • Projetar, testar e implementar padrões de segurança junto com outras pessoas da empresa.
  • Administrar todos os incidentes de segurança tratando e participando de todos os processos de mitigação e executando auditorias de segurança, análise de logs do sistema e preparando os eventos necessários.
  • Coordenação com vários departamentos para avaliar todos os produtos e recomendar produtos apropriados para aprimorar as garantias da rede e realizar testes na arquitetura.
  • Analisar todos os processos de engenharia e fornecer o suporte a todos os firewalls e rede para sistemas operacionais, além de realizar uma varredura de todos os dispositivos de rede, auxiliando o processo de mitigação de vulnerabilidade.
  • Preparar e manter todos os documentos para todos os processos armazenados adequadamente.
  • Gerenciar todas as tecnologias de segurança para rede de informações e preparar todos os materiais de treinamento para o pessoal do local para aumentar o desempenho da segurança.
  • Realizar testes em todos os produtos e sistemas de segurança.
  • Projetar e aplicar padrões e procedimentos de segurança em sistemas.
  • Projetar as políticas e diretrizes de segurança para os processos de segurança do sistema.
  • Fornecer suporte a todos os clientes.
  • Identificar e resolver todos os incidentes
  •  Fornecer treinamento eficiente aos novos funcionários para entender todos os procedimentos de segurança e manter a proteção para todos os sistemas de informação.
  • Auxiliar as equipes de projeto e unidades de negócios.
  • Fornecer consultoria para todos os processos de segurança.
especialista em segurança da informação

Além dessa lista de atividades que fazem parte da rotina desse profissional, existem rotinas menores, que estão relacionadas à algumas das atividades que foram listadas anteriormente, como: 

  • Defender a rede interna de fora, ameaças cibernéticas da Internet;
  • Configurar o hardware e software de segurança, como firewalls, programas antivírus e atualizações do sistema operacional;
  • Autorizar pessoal e fornecer credenciais de login para a rede;
  • Detectar qualquer tentativa não autorizada de acessar o sistema;
  • Treinar outros funcionários nas melhores práticas de segurança;
  • Realizar auditorias de segurança na rede;
  • Monitorar software e hardware para qualquer possível ataque cibernético;
  • Atualizar os sistemas atuais com os patches mais recentes;

Como se tornar um especialista em segurança de TI?

Para ter sucesso no campo da segurança da informação, os profissionais precisam ter pelo menos um diploma de bacharel em um programa de estudos relacionado à computação, como:

  • Ciência da computação, 
  • Análise de sistemas
  • Programação, 
  • Tecnologia da informação,
  • Sistemas de informação. 

No entanto, algumas empresas preferem que seus especialistas em segurança de TI tenham um Master of Business Administration (MBA) com ênfase em tecnologia da informação ou sistemas, que seja direcionado para segurança da informação.  

Para atuação na área, é necessário experiência anterior que esteja relacionada com a segurança da informação, pois a vivência na área é essencial para identificar alguns padrões e identificar cenários de risco. 

Muitos optam por se tornar um especialista em segurança de TI, ganhando experiência prática em um departamento de tecnologia da informação como administrador de rede ou de sistemas. 

No geral, os especialistas em segurança de TI são profissionais altamente treinados e experientes da área de tecnologia da informação, sendo responsáveis ​​por planejar medidas de segurança, monitorar sistemas quanto a violações de segurança, proteger a infraestrutura do computador e responder a ataques cibernéticos. 

Agora que você entendeu quem é o profissional especialista em segurança da informação e a formação necessária para atuar na área, veja se está de acordo com suas expectativas para sua carreira. 

Você e Estácio. Formou!
Siga-nos!